Skip to main content

A triagem de currículo, uma das primeiras fases de um processo de recrutamento e seleção, é a etapa responsável por selecionar os profissionais de maior potencial e mais alinhados com os requisitos de uma vaga.

Logo após a equipe de Recursos Humanos publicar uma vaga de emprego na plataforma de sua escolha, os currículos começam a ser recebidos e torna-se necessário filtrá-los. É nesse momento que a empresa coloca em prática as técnicas de triagem de currículos.

Mas, é comum que as companhias enfrentem algumas dificuldades neste processo, principalmente em um cenário de vagas escassas e diversos profissionais à procura de novas oportunidades ou recolocação no mercado de trabalho. Ou ainda, quando a empresa tem mais de um processo seletivo em andamento.

Com isso em mente, preparamos um conteúdo com as principais informações a respeito dessa etapa tão importante no processo de recrutamento e seleção de profissionais. Continue a leitura e saiba mais!

Navegue para mais informações sobre:

Como funciona a triagem de currículo?

Na triagem curricular o recrutador analisa todos os currículos recebidos e separa aqueles que contém os conhecimentos, experiências, habilidades e características esperados para a vaga. São escolhidos os perfis mais adequados e deixados de lado aqueles que não fazem sentido para a vaga. Portanto, a triagem de currículo é a primeira fase eliminatória do processo seletivo.

Este procedimento de filtragem acaba demandando tempo e atenção do recrutador. E qualquer erro ou desatenção pode representar uma oportunidade perdida para a empresa.

Para que esses possíveis erros não ocorram e para que a triagem de currículo seja fluida e eficiente, é importante que o recrutador tenha compreendido perfeitamente o perfil que se busca, assim, poderá realizar a análise dos currículos de forma assertiva.

Quais são os fatores de análise na triagem de currículo?

Como mencionado anteriormente, para que a triagem ocorra de maneira eficiente e estratégica, é necessário determinar alguns critérios de análise. Neste primeiro momento são avaliadas principalmente hard skills, ou seja, características relacionadas a habilidades específicas. Estes servem de base no momento da seleção de quais candidatos irão avançar para a próxima fase do processo seletivo ou não.

Os principais fatores de análise no momento da triagem de currículo são:

  • Escolaridade: por ser relativamente mais fácil e rápido de conferir, costuma ser o primeiro critério analisado. Além disso, pode ser eliminatório de acordo com os requisitos da vaga;
  • Experiência profissional: é analisada  a trajetória profissional do candidato;
  • Conhecimentos específicos: observa se o candidato possui algum conhecimento específico exigido, por isso, é importante manter o currículo atualizado, constando todos os conhecimentos adquiridos, seja através de cursos e/ou experiência;
  • Região de moradia: observa-se a região que o candidato reside para verificar o trajeto para a empresa, considerando qualidade de vida quando realiza o deslocamento com mais facilidade.

Além disso, outro aspecto que costuma ser avaliado no momento da triagem é a apresentação do currículo. Os profissionais responsáveis avaliam a organização, a linguagem e os possíveis erros de português.

Como fazer a triagem de currículo da maneira correta?

Como visto, cometer erros na etapa de triagem curricular representa uma oportunidade perdida para a empresa. Confira a seguir cinco dicas de como fazer a triagem de currículo da maneira correta.

Saiba as necessidades da empresa e da vaga a ser preenchida

Durante o processo de triagem é essencial ter em mente quais são as principais necessidades da empresa e da vaga a ser preenchida, bem como o perfil do profissional ideal. Isso pode ser feito analisando no currículo questões como:

  • Escolaridade e experiência profissional desejada;
  • Valores e princípios da empresa;
  • Competências e habilidades técnicas necessárias para a vaga;
  • Atividades a serem desenvolvidas pelo profissional;
  • Região de moradia.

Determine os fatores de análise para a triagem

Os fatores de análise listados anteriormente no texto podem variar de acordo com a empresa, a vaga e as necessidades de ambas. Portanto, é preciso determinar o que é mais importante para a companhia que está realizando o processo seletivo.

Enquanto algumas posições exigem diploma em um curso específico, por exemplo, outras abrangem cursos distintos. Ou ainda, enquanto algumas vagas precisam ser preenchidas por profissionais formados, outras podem ser ocupadas por aqueles que ainda estão no processo de formação. Em todos os casos mencionados, a escolaridade tem um nível de importância diferente.

Ao ter estes fatores em mente, os currículos que não os atendem podem ser descartados e o número de profissionais a serem avaliados é reduzido gradativamente.

Dê preferência para currículos claros e objetivos

Currículos claros e objetivos são mais fáceis e rápidos de serem analisados, portanto, é interessante dar preferência a eles. A partir disso, os currículos que correspondem aos requisitos da vaga avançam para a próxima fase rapidamente, enquanto os que não correspondem são descartados com a mesma eficiência, facilitando o processo.

Além disso, outra dica importante é dar preferência para os currículos que correspondam a pelo menos 70% dos requisitos desejados para a vaga.

Organize os arquivos recebidos

A organização é uma grande aliada no processo de triagem de currículo. Portanto, é essencial estabelecer um método de armazenamento dos arquivos recebidos de acordo com a fase que o processo está realizando.

Então, tenha pastas para currículos já avaliados, não avaliados, pré-selecionados ou descartados. Além disso, caso a empresa tenha um banco de currículos, organize uma pasta para os perfis que possam se encaixar em outras oportunidades.

Tenha a ajuda de empresas especializadas e da tecnologia

Atualmente, é possível otimizar, dar maior eficiência e produtividade ao processo de recrutamento e seleção através do serviço de empresas especializadas ou da tecnologia. Enquanto as empresas especializadas utilizam o seu conhecimento para filtrar os profissionais ideais, os softwares auxiliam no armazenamento de informações e na triagem automática. 

Agora que você descobriu mais sobre a triagem de currículo, que tal conhecer os nossos serviços?

A HR4 é uma consultoria especializada em Recrutamento e Seleção que atua com agilidade e responsabilidade social para selecionar os melhores talentos para empresas de todo o território brasileiro.

Portanto, se o seu objetivo é ter uma equipe de profissionais qualificados, alinhados com os valores e trabalhando em prol dos objetivos de sua empresa, você pode contar com os nossos serviços!

Realizamos todo o processo de recrutamento e seleção para cargos temporários, terceirizados ou efetivos. Entre em contato conosco para mais informações.

Dúvidas frequentes sobre a triagem de currículo:

Quanto tempo dura o processo de triagem de currículo?

A duração de um processo de triagem de currículo pode variar conforme a empresa, a equipe de RH, a vaga e a quantidade de currículos recebidos, no entanto, na maioria dos casos, costuma durar cerca de 7 dias. Ele é realizado logo após a definição da vaga e a sua divulgação.

Quais critérios usar para a triagem de currículo?

Os critérios para a análise de currículo costumam variar de acordo com a empresa, a vaga e suas características.