Skip to main content

O capital humano, termo utilizado para se referir aos colaboradores e seu conjunto de experiências, habilidades, conhecimentos, competências e comportamentos, é considerado o bem mais valioso que uma empresa pode ter. Isso porque, são os colaboradores e suas expertises que irão gerar bons resultados para a organização.

Portanto, uma companhia deve investir em um processo seletivo adequado, bem estruturado e eficiente para encontrar os talentos ideais para compor o seu capital humano que será o principal responsável pelo desenvolvimento do negócio.

Com isso em mente, preparamos um conteúdo com as principais informações sobre o processo seletivo, o que é, quais suas etapas, vantagens e como desenvolvê-lo adequadamente.

Navegue e saiba mais sobre o desenvolvimento de processos seletivos:

O que é um processo seletivo?

O processo seletivo pode ser definido como de métodos e técnicas utilizados pela área de Recursos Humanos para analisar se os candidatos estão alinhados ao perfil esperado e à cultura da empresa, e assim, para efetuar a contratação de um novo colaborador.

Esse procedimento é realizado quando há a necessidade de uma contratação, ou seja, que ocorre nas empresas em expansão que necessitam de mais colaboradores para cumprir as suas demandas ou após o desligamento de um funcionário, como forma de repor a vaga.

A partir do processo seletivo é possível conhecer as habilidades técnicas (hard skills) , habilidades comportamentais (soft skills) de um candidato, para desta forma, perceber se estas estão alinhadas à missão, à visão e aos valores da empresa.

Quais são as etapas do processo seletivo?

As etapas de um processo seletivo podem variar de acordo com as particularidades da empresa, da vaga sendo assim, cada empresa define as etapas que serão desenvolvidas para que a operação seja satisfatória. No entanto, algumas delas costumam ser comuns em todos os processos, conheça mais a respeito de cada uma delas nos subtópicos a seguir.

Planejamento

Realizar um planejamento adequado é a base para o sucesso de um processo seletivo. Neste momento, é de grande importância o profissional de RH atuar em conjunto com o gestor da área na qual esta será preenchida, pois conhece profundamente as dores e sucessos de tal posição, podendo assim, estabelecer os requisitos técnicos e comportamentais necessários para exercer a função de forma efetiva, em conjunto com todos os detalhes da vaga. 

Além de considerar a cultura, os valores da empresa e o propósito da equipe, possibilitando dessa forma, realizar as avaliações de forma assertiva para buscar o perfil do candidato ideal para ocupar a posição. 

Além disso, nesta etapa deve-se decidir quais meios de atração e métodos de seleção serão usados para atingir e posteriormente definir os candidatos.

Leia mais: Como anunciar vaga de emprego? Veja 5 dicas e não erre mais!

Atração de candidatos

A etapa de atração de candidatos, é o momento no qual o RH deve elaborar uma proposta chamativa para atrair profissionais competentes e mais adequados à vaga.

Para isso, é importante escrever cuidadosamente o anúncio da vaga, buscando incluir os principais detalhes dela como as principais atividades que serão desenvolvidas, requisitos obrigatórios para desempenhar a função, o local e horário de trabalho, e o regime de trabalho, além dos benefícios e da cultura da empresa.

Além da divulgação da vaga na página de carreiras e redes sociais da empresa,também faz parte desta etapa o cuidado na escolha dos canais de anúncio para a vaga, levando em consideração o nível da vaga, as especificidades da função, o custo, quantidade de participantes e tempo de resposta de cada site ou plataforma buscando atingir o público-alvo.

Seleção de profissionais

Após o anúncio da vaga e o recebimento de candidaturas, é o momento de realizar a seleção de profissionais. A partir dos critérios definidos na etapa de planejamento,  realiza-se a triagem de currículos, ou seja, é o primeiro filtro para selecionar apenas os perfis que estejam de acordo com as definições da vaga. 

Em seguida, realiza-se o convite aos selecionados para a primeira etapa do processo de seleção que pode ser uma entrevista,dinâmica de grupo ou aplicação de teste de habilidades.

As entrevistas, dinâmicas e testes, atuam como fases de seleção de profissionais, nas quais são realizadas as avaliações técnicas e psicológicas. Nesta etapa, é interessante também contar com o auxílio do gestor da área para analisar os perfis mais adequados para o seu time.

É importante ressaltar que a triagem, as entrevistas, as dinâmicas e os testes devem ser padronizados, com os candidatos passando pelas mesmas etapas e procedimentos.

Onboarding

Após a escolha do candidato e admissão do profissional, chega o momento do onboarding – processo para integrar o novo colaborador à equipe, cultura e forma de operação da organização, ou seja, momento em que o novo colaborador é acolhido dentro da organização. 

Verificação do processo

Após a seleção, é imprescindível efetuar a verificação do processo para analisar se ele foi adequado e correspondeu aos critérios e metas estabelecidos no planejamento. Para isso, é possível utilizar sistemas de métricas e indicadores que auxiliam o RH a aperfeiçoar cada vez mais o processo seletivo.

Ajuste do processo

A partir dos resultados do procedimento e da análise das métricas e indicadores, o RH deve efetuar o ajuste do processo, ajustando todos os pontos e critérios negativos e abaixo da média e mantendo os positivos.

Vantagens do processo seletivo

Um processo seletivo eficiente e bem estruturado traz uma série de vantagens para uma organização, entre elas podemos citar:

  • Melhor aplicação do potencial humano da companhia;
  • Aumento da motivação e do engajamento dos colaboradores;
  • Maior entendimento do perfil dos candidatos e de seu alinhamento com os objetivos da empresa;
  • Contratação mais rápida e eficaz;
  • Redução dos custos de uma contratação inadequada;
  • Redução dos custos com treinamentos.

Como desenvolver um bom processo seletivo?

Para que o processo seletivo seja o mais vantajoso possível, é preciso seguir alguns passos essenciais. Saiba mais sobre eles nos subtópicos a seguir.

Planeje a vaga detalhadamente

Como mencionado anteriormente, o planejamento é essencial para o sucesso do processo seletivo. Por isso, o RH deve planejar detalhadamente a vaga que será aberta, analisando-a e desenhando o cargo a partir das seguintes informações:

  • Atividades e responsabilidades do cargo;
  • Requisitos e competências da vaga;
  • Nível hierárquico do cargo;
  • A quem o funcionário estará subordinado;
  • Quem será subordinado do funcionário, caso haja;
  • Planos de carreira para o profissional que ocupará a vaga;
  • Remuneração;
  • Modelo de trabalho (presencial, remoto, híbrido).

Defina o candidato ideal

Com as informações da vaga estabelecidas, a empresa deve definir o perfil do candidato ideal. Para tal, é preciso considerar o nível do cargo, os seus requisitos, competências, atividades e responsabilidades, em conjunto com a característica da equipe, ambiente de trabalho e com a cultura e os valores da empresa.

Descreva a vaga detalhadamente

A descrição detalhada da vaga é essencial para a atração de candidatos, visto que muitos deles desistem de aplicar para cargos não bem especificados. Além disso, detalhar todas as informações da vaga funciona também como uma triagem inicial dos profissionais não adequados para ela.

Portanto, o RH deve apresentar as seguintes informações:

  • Cargo;
  • Modelo de trabalho;
  • Localização;
  • Descrição da vaga;
  • Responsabilidades;
  • Requisitos e qualificações;
  • Benefícios empresariais;
  • Horário de trabalho;
  • Descrição da empresa;
  • Informações adicionais.

Escolha os canais de divulgação

Com a vaga pronta e detalhada, é hora de comunicá-la para o mercado de trabalho. Para isso, a empresa deve escolher os canais de divulgação mais adequados para cada oportunidade a partir do público que se deseja atingir.

Esse processo pode ser feito através de ferramentas online, gratuitas ou pagas, redes sociais, jornais ou por meio de uma empresa especializada em Recursos Humanos, como a HR4.

Planeje as entrevistas

Planejar as entrevistas é a principal maneira de conseguir a maior quantidade de informações a partir delas. Portanto, a empresa deve definir o formato da entrevista, as perguntas que serão realizadas e as informações e dúvidas a respeito do currículo do candidato.

Ademais, é importante criar um ambiente confortável para o candidato, se preparar para responder possíveis dúvidas e realizar anotações.

Leia mais: Experiência do candidato: dicas para melhorar o seu processo

Neste artigo, você se informou mais a respeito do processo seletivo

Como vimos, um processo seletivo bem estruturado auxilia a empresa a formar o seu capital humano e, consequentemente, a atingir os seus objetivos, contratando colaboradores de forma assertiva.

Com mais de 12 anos de experiência no mercado, a HR4 utiliza a sua expertise em recursos humanos para cumprir com as expectativas de empresas, candidatos e colaboradores.

Atuamos com responsabilidade social e selecionamos os melhores talentos para empresas de todos os portes e segmentos ao redor do Brasil. Entre em contato conosco e saiba mais!

Este conteúdo fez sentido para você? Então compartilhe o link com mais pessoas!

Dúvidas frequentes sobre processo seletivo:

Como é feito o processo seletivo pelas empresas?

Os processos seletivos variam de acordo com a empresa, isso porque, cada uma delas é responsável por estruturá-los de acordo com as suas características, necessidades, estratégias e objetivos internos.

Além disso, os processos também podem variar de acordo com a vaga, a urgência de contratação, o nível e as responsabilidades do cargo.

Quanto tempo dura um processo seletivo?

A duração de um processo seletivo varia de acordo com a empresa e com a vaga, podendo durar de dias a meses conforme o nível hierárquico do cargo e nível de complexidade ou especificidade da vaga.