Skip to main content

Adaptada à realidade empresarial, a análise comportamental desempenha um papel crucial na gestão de pessoas e na formação de equipes de alto desempenho.

Ao conduzir uma abordagem exclusivamente terapêutica e abraçar o autoconhecimento, a motivação e o perfil dos profissionais, torna-se mais simples impulsionar projetos e contratar ou realocar funcionários alinhados à cultura da organização.

Essa análise desempenha um papel essencial na identificação dos melhores talentos para uma empresa, fornecendo conhecer sobre as diferentes personalidades dos candidatos.

A estratégia é ideal para aplicar no processo de gestão de pessoas, auxiliando na realocação de funcionários internos e na contratação de novos colaboradores. Além disso, a análise comportamental beneficia a equipe, permitindo que, por meio do autoconhecimento, os membros gerenciem seu comportamento e busquem melhorar e destacar seus pontos.

São inúmeros os benefícios observados por aqueles que incorporam a análise comportamental em sua estratégia de desenvolvimento

A partir de agora, exploraremos os caminhos para aplicar a análise comportamental de forma prática, visando potencializar os resultados da equipe, indivíduos e organizações em busca de crescimento.

O que é análise comportamental?

A análise comportamental é uma ferramenta utilizada pelos profissionais de recrutamento e seleção para identificar diferentes tipos de comportamentos em uma pessoa, sendo diversificada e não limitada ao contexto de recursos humanos.

Baseada nas teorias de psicanálise, ramo da psicologia que sugere que o comportamento pode ser modificado por meio do aprendizado, essa abordagem compreende três influências:

  • Filogenética (hereditária);
  • Ontogenética (experiências pessoais);
  • Cultural (normas sociais).

Para analisar características individuais, foram desenvolvidas ferramentas que seguem padrões comparativos, como os testes de análise comportamental, úteis para identificar perfis dentro da empresa e investir em capacitação dos funcionários, como: metodologia DISC, Teste MBTI, Metodologia STAR entre outros

A Filogenética (hereditária): 

Na análise comportamental, a filogenética se traduz na ideia de que certos comportamentos são inatos e têm uma base biológica.A análise comportamental considera esses comportamentos inatos como parte do repertório comportamental humano e estuda como eles interagem com o ambiente.

Ontogenética (experiências pessoais): 

A análise comportamental reconhece a importância das experiências pessoais na formação do comportamento. Ela considera como as experiências passadas de um indivíduo, incluindo aprendizado, reforço e punição, influenciam seus comportamentos atuais e futuros. 

As experiências pessoais moldam o repertório comportamental de um indivíduo e influenciam como ele interage com o ambiente.

Cultural (normas sociais): 

A cultura é considerada um contexto importante que influencia o comportamento humano. As normas sociais, valores e práticas culturais moldam o ambiente no qual o comportamento ocorre e influenciam as consequências que o comportamento pode ter. 

A análise comportamental considera como essas diferenças culturais afetam o comportamento e como as contingências culturais influenciam a seleção e manutenção do comportamento.

Leia mais em: Processo seletivo humanizado: como tornar a experiência do candidato mais inclusiva e acolhedora?

Quais são os 4 perfis comportamentais?

O perfil comportamental é uma ferramenta valiosa para decifrar as reações das pessoas diante de diversos estímulos, permitindo entender como cada colaborador se comporta em situações específicas.

A personalidade influencia diretamente no comportamento, mas as experiências profissionais e o conhecimento adquirido também desempenham um papel relevante, combinando competências técnicas (hard skills) e comportamentais (soft skills).

Diferentes metodologias classificam esses perfis, que identificam características profissionais e comportamentais, facilitando a implementação de uma abordagem estratégica de recursos humanos. Isso garante que as demandas organizacionais sejam atendidas de forma inovadora, com profissionais adequados a cada função.

Conheça agora os principais perfis comportamentais:

1. Comunicador

O comunicador é conhecido por sua habilidade de socialização e criatividade, sendo essencial para fortalecer a comunicação e resolver conflitos na equipe. No entanto, pode enfrentar dificuldades com planejamento e comprometimento, impactando as entregas e a organização.

2. Executor

Competitivo e determinado, o executor é crucial para alcançar objetivos com precisão e empreender novos desafios. Apesar disso, sua autoridade e ambição podem gerar conflitos na equipe e levá-lo a investir em projetos inviáveis.

3. Analista

O analista é reconhecido por sua minuciosidade e expertise em análise de dados, contribuindo para melhorias e eficiência nos processos. Contudo, seu perfeccionismo pode dificultar a tomada de decisões rápidas e gerar críticas excessivas.

4. Planejador

Planejado e confiável, o planejador é fundamental para garantir a estabilidade e o cumprimento das atividades planejadas. Porém,, sua resistência a situações imprevistas e falta de iniciativa podem limitar o progresso dos projetos além do papel

Quais são as vantagens do mapeamento comportamental?

Na dinâmica do ambiente corporativo, compreender os comportamentos dos colaboradores é fundamental não apenas para a eficiência organizacional, mas também para o desenvolvimento individual de cada membro da equipe

Suas vantagens abrangem o melhor entendimento da equipe, permitindo aos gestores identificar as habilidades e competências de cada colaborador. Com essa compreensão mais profunda, torna-se possível direcionar as atribuições de forma mais eficaz, aproveitando os pontos fortes de cada um e oferecendo suporte nas áreas que necessitam de desenvolvimento.

Autoconhecimento e desenvolvimento pessoal

Um dos principais benefícios proporcionados pela análise comportamental é o estímulo ao autoconhecimento

Ao compreender suas próprias competências e limitações, os colaboradores podem identificar áreas de desenvolvimento e buscar treinamentos ou cursos que contribuam para seu aprimoramento pessoal. Essa autopercepção não só melhora a eficácia no trabalho, mas também promove um maior engajamento e satisfação pessoal.

Recrutamento e seleção mais eficientes

Ao incluir testes de perfil comportamental, o departamento de RH pode identificar candidatos que não apenas possuam as habilidades técnicas necessárias, mas também estejam alinhados com a cultura e os valores da empresa.

Isso contribui para uma seleção mais precisa e eficiente, reduzindo o risco de contratações mal sucedidas e aumentando a retenção de talentos.

Gestão de pessoas mais estratégica

Ao mapear o perfil comportamental de cada colaborador, os gestores podem identificar padrões de comportamento que funcionam melhor em determinadas funções ou equipes. 

Isso permite uma distribuição mais eficiente de tarefas, o desenvolvimento de planos de carreira mais assertivos e a promoção de um ambiente de trabalho mais colaborativo e produtivo.

Aproveite o potencial da seleção de talentos com análise comportamental

Selecionar o candidato ideal para uma vaga representa um desafio considerável para os profissionais de RH, que precisam unir seu conhecimento especializado com as ferramentas tecnológicas disponíveis.

A análise comportamental oferece uma oportunidade para identificar características do perfil, reconhecendo que estas são mutáveis e passíveis de evolução. Todos têm a capacidade de desenvolver novas habilidades e competências para alcançar metas pessoais e profissionais.

A HR4 oferece suporte na análise de perfis de candidatos, permitindo a aplicação de testes como a análise comportamental, que facilita a identificação de perfis alinhados com a cultura da empresa.

Se busca promover esse progresso em sua empresa, dê o próximo passo com a HR4.

Dúvidas frequentes:

O que é análise comportamental?

A análise comportamental é uma ferramenta para identificar diferentes comportamentos em uma pessoa, visando compreender suas características e preferências.

Quais são os benefícios do mapeamento comportamental?

O mapeamento comportamental oferece vantagens como autoconhecimento, recrutamento eficiente e gestão estratégica de pessoas.

Quais são os 4 perfis comportamentais mais comuns?

Os perfis são: Comunicador, Executor, Analista e Planejador.

Como a análise comportamental pode beneficiar minha empresa?

Ela pode ajudar a formar equipes mais eficientes, promover um ambiente de trabalho colaborativo e alinhar os colaboradores com a cultura e os objetivos da empresa.